TPM – Tempo para Meditação

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Por Ruiz

Será que a TPM é pior para as mulheres ou para os homens? Bem, vamos à visão masculina desse fenômeno hormonal que aterroriza a vários de nós.

É conhecido o efeito devastador da TPM na vida das pessoas. As mulheres sofrem bastante, pois quase sempre ela vem acompanhada de diversos desconfortos físicos, como cólicas, enjôos, dores de cabeça… Tão sérios que até existe lei que permite a mulher ficar um dia em casa em casos crônicos de TPM.

Agora, convenhamos… TPM é um negócio chato pra burro! As mulheres quase sempre cobram de nós homens que a gente ‘adivinhe’ que elas estão nessa fase horrenda.

Somos muitas vezes maltratados, mas algumas vezes as mocinhas procuram em nós uma solução que não temos. Eu ouvia muito coisas do tipo “Faz alguma coisa pra isso passar”, “Vai ficar aí parado enquanto eu estou aqui morrendo?” ou ainda “Você não me ama… buáááá”.

Acho que uma das coisas mais legais que pode existir num relacionamento é o diálogo. Acho que vale o casal combinar que devemos ser claros e explícitos quando a parceira está nessa fase difícil. Desse modo, não vamos entender errado qualquer atitude aparentemente inadequada. E podemos nos preparar melhor para lidar com a situação.

Alguns posts atrás, falei sobre sermos ou não detalhistas. Alguns de nós são absolutamente incapazes de perceber essas coisas (eu sou um deles!). Por isso, o diálogo é a solução! Mas não adianta dialogar durante a TPM… tem que ser com serenidade, de modo construtivo e sem a intervenção hormonal das mulheres.

Sei que soa meio machista, mas eu tive a oportunidade de ter várias chefes mulheres. Lembro das moças do departamento falando “Xi… a chefe está indo ao banheiro com a bolsinha azul”. E podia ter certeza que vários xingamentos e insultos partiam dela nesses dias. A gente aprendeu com a ‘bolsinha azul’ que não devíamos levar para o pessoal e fazer o convívio um pouco mais harmônico. E as coisas funcionavam bem.

Por que não tentar a estratégia da ‘bolsinha azul’? Não é vergonha alguma… afinal, todas as mulheres passam por isso, não?

Beijos,

El Ruiz

Paula Souza

Paula Souza

Paulista, 42 anos, formada em Tecnologia, otimista. Adoro falar sobre moda, beleza e, mais recentemente, sobre maternidade. Aqui escrevo sobre tudo que gosto, espero que gostem também!

Leave a Replay

About Me

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Recent Posts

Follow Us

Weekly Tutorial

Sign up for our Newsletter

Click edit button to change this text. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit